Automedicação (laxantes)

É frequente nos depararmos no consultório com um grande número de pacientes, ingerindo medicamentos auto-indicado, e um dos medicamentos mais usados são os laxantes. Já está inserido em nossa cultura que se a pessoa está constipada, toma laxante.

Todo e qualquer medicamento tem efeitos colaterais, e os laxantes não fogem a regra.
Mas também tão ou mais importante é que quando ingerimos medicamentos sem um diagnostico, estamos mascarando e adiando este diagnostico.

Constipação intestinal não é uma doença e sim um sintoma que pode ter inúmeras causas. As vezes causas banais, outras de uma doença grave.

Além disso, existem vários tipos de constipação e para cada tipo existem tratamentos específicos.
Fico pasmo quando vejo como se tornou banal ingerir medicamentos sem critérios rígidos de causa e efeito.
Vejo muitos pacientes tratando efeitos colaterais com outros medicamentos que geram outros efeitos indesejados.

Existem trabalhos mostrando que os efeitos colaterais dos medicamentos são tão importantes que em muitos casos suspendendo esses medicamentos os pacientes melhoram.

Este assunto é de suma importância, pois, devemos evitar a automedicação.

Dr Amauri Gilson Zimmermann
Crm: 11397
Especialista em colo-proctologia
Titular da Sociedade Brasileira de Coloproctologia
Member of the American Society of colon and Rectal Surgeons.

Fonte: Jornal NH – Caderno Saúde – Segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017.