Blog

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum. Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae ab illo inventore veritatis et quasi.

Diabete mélito – história

Diabete mélito – história

Há vestígios dos sintomas da diabetes desde a era Egípcia há mais de 4 mil anos. Registrou descobertas em papiros que mostravam que os egípcios já reconheciam as características da doença, mas não chegaram a nomeá-la. Os hebreus já dominavam algumas práticas endócrinas e alguns estudiosos afirmam haver na época conhecimento do diabetes gestacional, pela permissão do aborto quando a gravidez representava algum risco à mãe.  No século IV a.C descobriu-se na Índia que a urina de algumas pessoas possuía sabor adocicado. Por volta do ano 70 d.C. o grego Areteu, da região da Capadócia conseguiu identificar os 4 principais sintomas do diabetes: poliúria 9 muita urina), polifagia (muita fome), […]

Os fantasmas do inconsciente

Os fantasmas do inconsciente

O mundo está mudando rapidamente à nossa volta, a população cresce exponencialmente, tudo a uma velocidade de renovação tecnológica sem precedentes, mas “nós”, no fundo (e no cérebro), continuamos sendo um homem das cavernas! Estamos em constante alerta, a espera de um grande predador prestes a nos atacar, mas diferente dos nossos ancestrais selvagens, os nossos medos nunca se materializam. É absolutamente normal sentir medo, ele faz parte de um sistema natural de defesa, que surge nas situações mais diversas e imprevistas, mas reais. O maior problema é quando o nosso maior inimigo é o próprio cérebro. Estamos imersos em uma sociedade moderna, com uma avalanche de novas informações e […]

O custo social da depressão

O custo social da depressão

Segundo a OMS, a Depressão em 2020, será a doença que mais vai leva pessoas, a incapacidade para o trabalho. No SUS as doenças emocionais correspondem a perto de 30% dos auxílios doença. Uma doença cujos sintomas principais são:  tristeza intensa e persistente, perda de interesse ou prazer, sentimento de culpa e baixa autoestima, alteração do sono e apetite, pouca energia ou concentração, abuso de substâncias psicoativas e pensamentos recorrentes de morte ou suicídio, que pode ficar aguda por 6 ou meses, acaba tornando-se altamente incapacitante para a vida. A queda na produtividade e grande numero de suicídios, estão entre os impactos  sociais e econômicos  da doença.  De acordo com […]

Câncer de mama – testes genéticos

Câncer de mama – testes genéticos

As mulheres têm um risco de cerca de 12% de desenvolver câncer de mama durante suas vidas. Apenas 5 a 10% de todos os casos de câncer de mama são atribuídos a mutações genéticas, o chamado câncer de mama hereditário. Então não é indicado solicitar o teste genético para todas as mulheres, é apenas recomendado para aquelas que, por exemplo, tenham dois ou mais familiares com câncer de mama antes dos 50 anos, familiar homem com câncer de mama, ou elas mesmas tenham tido câncer de mama, além de ser um exame de  alto custo. É importante saber o que fazer com o resultado do teste, a paciente tem que […]

Perguntas ao Otorrino

Perguntas ao Otorrino

Por que meu filho dorme com a boca aberta? A respiração normal se dá com a passagem de ar pelo nariz, onde o ar é preparado para chegar aquecido, umidificado e filtrado aos nossos pulmões. Quando há uma obstrução da “via normal”, o organismo passa a usar outra via: a boca – que passamos a chamar de respiração bucal ou oral. As crianças, proporcionalmente, têm fossas nasais mais estreitas que os adultos, mas isoladamente isto não levaria a respiração bucal. O que ocorre na maioria das vezes é um somatório desse estreitamento com o aumento (hipertrofia) da adenóide (popularmente conhecida como carne-esponjosa) e das amígdalas. A hipertrofia de adenóide, com […]

Saindo da novela – Lúpus

Saindo da novela – Lúpus

Até poucos dias atrás, quando uma paciente recebia o diagnóstico de lúpus, muitas vezes a primeira expressão que via era de dúvida – “lúpus?! Mas o que é isso?” A novela não resolveu a dúvida, mas certamente ajudou a trazer um pouco mais de conhecimento para a população, em forma de curiosidade e de discussão sobre o tema. Lúpus é uma doença auto-imune, muito mais comum em mulheres do que homens, e que geralmente se manifesta durante o chamado “período fértil” das mulheres – tempo que inicia com a primeira menstruação (menarca) e termina com a última (menopausa). Talvez você se pergunte: o que é “auto-imune”? Temos como parte de […]

Crianças nascidas de mães infectadas pelo HIV

Crianças nascidas de mães infectadas pelo HIV

Com o incremento da terapia antirretroviral (medicações para o vírus HIV) e uma maior sobrevida dos soropositivos (pessoas portadoras de HIV), houve um aumento no número de crianças nascidas de pais com o vírus,  sem a transmissão  da doença para o recém-nascido. O  planejamento de uma gestação de uma mulher soropositiva é um dos principais  fatores  para não haver  transmissão vertical (de mãe para filho) do HIV. O médico assistente deverá  estar atento ao resultado  da carga viral  ( baixa ou negativa) que é indicativa de  uma  boa adesão  ao tratamento e baixo risco  de contaminação  para o filho. Temos três momentos de transmissão vertical: – A primeira durante a […]

Febre alta

Febre alta

É a elevação anormal da temperatura do corpo a mais de 40ºC. Ela funciona como uma espécie de defesa do organismo, avisando que algo está errado. Por essa razão suas causas devem ser investigadas antes de iniciar qualquer tratamento. A febre alta pode ser resultado de infecção, desidratação (principalmente em crianças), virose, traumatismo ou pode indicar problemas mais graves, como tumor ou AVC (acidente vascular cerebral). A febre muito alta e prolongada pode causar lesão cerebral irreversível. Como reconhecer: – perda do apetite – mal-estar – pulso e respiração acelerados – suor excessivo – calafrios – dor de cabeça Como agir: – Enrole a vítima em toalhas úmidas e dê […]

A importância da individualização para a paciente (na menopausa)

A importância da individualização para a paciente (na menopausa)

Protocolos têm sido empregados mundialmente para diminuir custos, facilitar o trabalho  e  o controle das organizações na logística dos serviços em massa.  Não é diferente na Medicina: surgem protocolos da Organização Mundial da Saúde, do Instituto Nacional do Câncer,  além de muitos outros. Desses protocolos veio a tal ideia de que para mostrar exames não se precisa marcar, cobrar consulta de planos de saúde, nem as pacientes pagarem co-participações no retorno. E realmente há consultas simples só para rotina, coleta de preventivo ( pré-câncer ou Papanicolau ), solicitação de mamografia,  etc.. Os protocolos do Canadá e Suécia nesse caso, determinam que vai cartinha para a paciente se o preventivo , […]

Doença ou adaptação inadequada?

Doença ou adaptação inadequada?

A nossa cultura do século XXI infere que todo e qualquer sintoma seja relacionado a uma doença. A medicina segue essa linha, porém será que sempre existe alguma doença a ser tratada? Digamos que um agricultor compre uma Kombi para puxar seu arado, até vai conseguir, mas não por muito tempo. Pode quebrar, atolar ou superaquecer. O agricultor leva a Kombi para a concessionária e reclama que está com problema. Os mecânicos até podem mudar o motor, a suspensão e os pneus, porém a Kombi nunca vai ser um trator. Por quê? Porque a Kombi não foi feita para isso! Estima-se que o Homo sapiens, como conhecemos, esteja na superfície […]