Gauchismoterapia: a descoberta de um novo tratamento

Convidado pelo CTG Raizes da Querência, bairro Boa Saúde, NH, para falar da Saúde do Gaúcho, aceitei o convite. Seria mais uma oportunidade de ajudar a população na prevenção e combate de doenças prevalentes. Preparei uma pauta onde falaria de distúrbio de lipídios e doença hipertensiva. Não tendo recebido por escrito a temática, me apresentei no local e hora combinados. Surpresas sempre acontecem. No folder de divulgação constava: A influencia da dança na saúde mental do gaúcho e sua repercussão na saúde física. Taí . Após tomar um chimarrão de erva boa, não poderia fugir. Disse ao Patrão: Topo !

Sem ter me preparado, comecei a falar. Quando me dei conta tinha passado 1 hora e eu havia invadido o tempo do segundo palestrante. Eu sequer imaginava que a dança gauchesca, pelo seu ritmo, aliada a cultura do gaúcho e sequencia, incluindo ensaios e apresentações, preparação da indumentária, viagens e festas poderia se prestar tanto na prevenção e combate a uma doença da moda: a depressão. Uma doença que se caracteriza pelo isolamento, tristeza, inércia do paciente e indisposição para contato com outras pessoas, fosse encontrar na dança gauchesca uma terapia tão apropriada. Note, caro leitor, que ao preparar uma agenda para dançar no CTG, o vivente já está rompendo com a doença. Sai de casa aparando a inércia no meio. Chega ao CTG, encontra os amigos e amigas e recebe aquela saudação da Gauchada. Toma um chimarrão, logo um gostoso café. Inicia-se uma bela terapia de grupo onde o elo é a dança gauchesca. Nos intervalos um bate papo amigável. A alegria de dançar contagia, assim como contagia o ritmo da música. A depressão se vai campo a fora.

Mas onde entra a parte física. Outra doença da moda, que maltrata jovens, adultos e idosos, responsável por alto grau de absenteísmo no trabalho e alguns casos com obtenção de benefício previdenciário é o afastamento do emprego para tratamento médico: Distúrbios de coluna vertebral. Observe que nossa coluna vertebral é uma pilha de ossos, conectado por ligamentos tendinosos e separados por cartilagens. Nas laterais, uma fila de músculos de cada lado faz o balanço e ajeita a postura da pessoa. A dança, também aí, faz o fortalecimento dessa musculatura. A chamada goteira vertebral, auxilia na prevenção de posturas viciosas e o desenvolvimento de hérnias de discos vertebrais. Sem falar nos distúrbios de curvaturas, como lordoses e escolioses. Não podemos esquecer que a dança gauchesca também trabalha as articulações, melhorando a circulação das cartilagens e meniscos. Serve para qualquer idade. A entrada de crianças e adolescentes nas drogas tem como premissa a baixa autoestima, desencontros com familiares e encontro com amizades impróprias. A difusão de CTGS, pelo Brasil, Europa, Norte da América e Oriente, confirma a cultura Gauchesca em expansão. No Brasil o maior CTG está localizado no município de Eduardo Magalhães, na Bahia. O CTG RAIZES DA QUERÊNCIA ADVERTE: DANÇA GAÚCHESCA FAZ BEM À SAUDE!

Dr. Ernani Galvão Ignacio – CRM  13921
Pediatra e Médico Geral Comunitário