O que é a bronquite

Bronquite é a inflamação dos brônquios.

Existem dois tipos, a bronquite aguda, que geralmente é causada por vírus ou bactérias e que dura diversos dias até semanas, e a bronquite crônica com duração de anos, não necessariamente causada por uma infecção, e geralmente faz parte de uma síndrome chamada DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), doença que pode ser descrita como um “guarda-chuva”, uma vez que contempla a bronquite crônica e o enfisema pulmonar. Em pessoas com bronquite crônica, as vias aéreas estão estreitas, tensas e muitas vezes cheias de muco, resultando na redução da passagem do ar.

A bronquite aguda ou crônica é caracterizada por tosse e expectoração (que expulsa, por meio da tosse, secreções provenientes da traquéia, brônquios e pulmões) e sintomas relacionados à obstrução das vias aéreas pela inflamação e pelo expectorado, como dificuldade de respiração e chiados. O tratamento pode ser realizado com antibióticos, broncodilatadores, entre outros.

Por vezes, surgem sintomas de uma forma de asma (bronquite asmática). O broncoespasmo pode resolver-se com drogas broncodilatadoras. Não costuma ser primariamente um estado inflamatório, embora frequentemente se complique com infecções agudas. Costuma ser associada com o tabagismo, a poluição do ar e o enfisema.

Sinais e sintomas de bronquite

  • Tosse;
  • Expectoração;
  • Falta de ar;
  • Sibilância;
  • Cianose;
  • Inchaço nas extremidades do corpo graças à piora do trabalho cardíaco;
  • Febre quando a bronquite crônica estiver associada à uma infecção respiratória;
  • Cansaço;
  • Falta de apetite;
  • Catarro mucóide (na maioria das vezes muco claro ou branco, purulento se tiver alguma infecção).

Diagnóstico

  • Examinando o doente, o médico pode notar roncos e outras alterações na auscultação do tórax com o estetoscópio. A história clínica irá definir se o caso é agudo ou crônico. O médico poderá também solicitar exames complementares, tais como:
  • Radiografia do tórax para concluir se a doença se agravou para pneumonia.
  • Exame do escarro para a identificação do germe envolvido.
  • Análise do sangue poderão identificar que sinalizem infecção viral ou bacteriana.
  • Espirometria, que mede a capacidade e função pulmonar.

Fonte: bronquite.com e pt.wikipedia.org