O que é Labirintite?

Labirintite é um termo utilizado genericamente para definir uma desordem do equilíbrio do corpo humano.

Tal desordem é causada por um processo INFLAMATÓRIO ou INFECCIOSO que afeta o labirinto, que ficam dentro do sistema vestibular, órgão responsável pelo equilíbrio, postura e orientação do corpo e que se localiza no ouvido interno (figura em anexo). Deve-se salientar que o termo “labirintite” é utilizado de forma equivocada para designar todas as doenças do labirinto, já que existem outras patologias que podem afetar o mesmo.

Os sintomas mais comuns da labirintite são a tontura e a vertigem. Outros sintomas também costumam aparecer como náusea (enjoo), emese (vomito), zumbido no ouvido, perda auditiva (parcial ou total) no ouvido afetado e sensação de desmaio.

A labirintite pode ser causada por um vírus, infecção bacteriana, trauma ou mesmo uma reação a determinado medicamento. Tanto a labirintite viral como bacteriana pode causar perda de audição permanente.

Além das tonturas, desequilíbrio e algumas vezes movimentos involuntários dos olhos (nistagmo) podem ocorrer. É comum a perda de audição no ouvido afetado. Também são comuns náuseas, ansiedade e sensação de mal estar devido aos sinais de equilíbrio equivocado que o cérebro recebe do ouvido.

Alguns casos de labirintite podem ser confundidos com outras doenças que acometem o labirinto com sintomas parecidos, principalmente a vertigem postural paroxística benigna e a hidropsia endolinfática (maiores informações abaixo). Nestes casos, o diagnóstico pelo otorrinolaringologista é estabelecido a partir de avaliação otoneurológica completa.

A instituição de tratamento precoce é fundamental no prognóstico da recuperação das tonturas e da própria perda auditiva. A terapia de reabilitação vestibular é uma forma de eliminar ou reduzir a tontura residual decorrente da labirintite.  Procure um médico otorrinolaringologista para auxiliá-lo no tratamento.

Dr Rodrigo Pozzi Beilke
CREMERS 31.455
Otorrinolaringologista
Adultos e Crianças