Osteoporose e osteoartrose

Em virtude de terem nomes semelhantes, incidência em parecidas faixas etárias e haver confusão em relação a quadro dolorosos a osteoporose ( op ) e a osteoartrose ( oa ) geram confusão, embora sejam entidades clínicas completamente diferentes e por também acometerem uma estrutura em comum que é o osso. São doenças distintas em que a osteoporose é caracterizada por um osso fraco e a osteoartrose por um osso gasto.

O que é osteoporose?
a osteoporose (op) é caracterizada pela deficiência de cálcio nos ossos, necessário para mantê-los fortes o bastante para tolerarem nosso peso e movimentação. Quando ocorre diminuição da quantidade ideal de cálcio dos ossos, aumenta o risco de fraturas devido a fragilização óssea. São alterações que ocorrem do interior para a superfície do osso. Pessoas portadoras de osteoporose podem ter risco sete vezes maior de fratura espontânea (sem traumas) ou por pequenos traumas.

Como se faz o diagnóstico de osteoporose?
a suspeita clínica da perda de massa óssea fica baseada na faixa etária do paciente, no sexo, em alterações hormonais, em presença de fraturas espontâneas, ficando sua comprovação através de exames físicos e complementares, tais como exames radiológicos, laboratoriais, densitometria óssea e outros.
a osteoporose é caracterizada pela presença de osso fraco, sendo uma patologia tipo silenciosa em que a dor não é uma característica presente.

O que é osteoartrose?
a osteoartrose ( oa ) é caracterizada por uma degeneração da cartilagem articular . As articulações são extremidades ósseas em contato entre si, com líquido lubrificante na cavidade que se movimentam tal qual a engrenagem de uma máquina. Para que as superfícies destes ossos mantenham bom contato o tempo todo, torna-se necessário que as articulações estejam intactas – com o envelhecimento natural ou por alterações químicas ou mecânicas, pode haver precocemente um desgaste articular gerando inflamação, dor e alteração na mobilidade. São alterações que ocorrem da superfície para o interior do osso.

Como se faz o diagnóstico de osteoartrose?
na degeneração articular a suspeita clínica é bem mais evidente, pois ocorrem períodos de dor, impotência funcional e alterações anatômicas visíveis, como deformidades articulares e outros. Também como na osteoporose, está intimamente ligada com a idade do paciente, alterações químicas e decorrentes de atividades extremas ou inadequadas às articulações, ficando sua elucidação através de exames físicos e complementares, como exames radiológicos comuns e computadorizados dentre outros.
a osteoartrose é caracterizada pela presença de osso gasto sendo uma patologia tipo alertadora em que a dor é uma característica presente.

Conclusão
embora a osteoporose e a osteoartrose sejam entidades clínicas diferentes, estão relacionadas em relação à raça, idade, sexo, atividade profissional e física além de alterações na recepção e perda de cálcio dentre outros minerais, sendo que indivíduos podem ser acometidos precocemente de uma ou da outra patologia e até mesmo das duas simultaneamente .
estas patologias devem ser tratadas por uma equipe multidisciplinar constituída de clínica, ginecologia, andrologia, geriatria, endocrinologia, reumatologia, ortopedia além de contarem com o apoio importante da fisioterapia, quiropraxia, pilates, reeducação postural global, terapias físicas e outros – que visam uma melhor qualidade de vida através de uma boa e eficiente longevidade da estrutura ósteo-articular.

Dr. Mauro packeiser vianna
Cremers 8536