Tag Arquivos: Dra. Carmem Helena Snel

Outubro Rosa, mas Ano Vermelho

Outubro Rosa, mas Ano Vermelho

Muito se fala e se escreve sobre o mês mundial da conscientização sobre o câncer da mama. Sem dúvida, a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama é muito importante, mas sabiam as leitoras e leitores que a principal causa de mortalidade feminina no Brasil são as doenças cardiovasculares e não o câncer de mama? Poucas pessoas sabem e/ou se dão conta que as doenças como infarto do miocárdio e/ou acidentes vásculo-cerebrais matam mais que o câncer de mama, pois são doenças mais agudas e letais. Ou seja, essas doenças têm menor duração em média e portanto, aparecem menos. Além de menos visíveis externamente, seus tratamentos também o […]

30 de Outubro – Dia do Ginecologista/Obstetra

30 de Outubro – Dia do Ginecologista/Obstetra

No dia 30 de outubro de cada ano, comemora-se o dia do Ginecologista-Obstetra. Sou muito feliz na minha especialidade médica. Cuidar de mulheres para mim, significa cuidar também de famílias , proteger a sociedade, pois as mulheres são fundamentais nas diversas culturas ao longo das gerações. Mas infelizmente não tenho boas novas em relação à especialidade . Em 2012 foi instituída a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB ) no Brasil pelo Ministério da Saúde e a partir de então, juntamente com as novas diretrizes curriculares dos cursos de Medicina, fortaleceu-se a tendência de ficar grande parte das atividades dos ginecologistas/obstetras a médicos generalistas e outros profissionais da saúde. O […]

Novidades para tratamento da Osteoporose

A primeira linha de tratamento medicamentoso não hormonal da osteoporose na pós-menopausa é com medicações da família dos bifosfonatos   (alendronato, residronato, ibandronato e outros ). São considerados medicamentos com bom custo x benefício e quando usados adequadamente apresentam boa tolerabilidade com redução das fraturas comuns nessa faixa etária em 30 a 70 %.       O osso é um tecido vivo que apresenta constante remodelação, mas após os 60 – 65 anos esse processo tende para um balanço negativo, com menor produção de osso novo. Nessa atividade do tecido ósseo agem os bifosfonatos, inibindo a reabsorção do osso velho e mantendo o osso mais firme e resistente.       Desde 2005, entretanto, […]

Novos paradigmas para controle da osteoporose severa em mulheres

Novos paradigmas para controle da osteoporose severa em mulheres

Dois fatos importantes estão desencadeando uma maior mortalidade por fraturas em mulheres com osteoporose: a maior longevidade da população e o abandono mundial  da reposição hormonal  na menopausa cerca de 10 anos atrás,  por temor ao câncer de mama.           As pacientes mais magras e com menopausa mais precoce  têm maior risco de fraturar-se.  Acrescente-se ainda que à maior longevidade somam-se distúrbios e doenças que afetam a saúde dos ossos e aumentam os  riscos  das complicações das fraturas.           Por mais do 20 anos usa-se alendronatos, residronatos e similares no tratamento da osteoporose, MAS MUDOU; agora deve-se parar após 5 anos e […]

Dia da Mulher com novo para o período menstrual

Dia da Mulher com novo para o período menstrual

      DIA  8 de MARÇO é o NOSSO DIA PRINCIPAL, mas LEMBREM-SE  que qualquer dia deve ser um dia “importante para nós“! Devemos nos cuidar, nos repensar, nos dedicar às coisas que são importantes para a nossa vida TODOS  os dias como a saúde, a família, o trabalho e a educação, por exemplo. Mas sendo o DIA 8 de MARÇO o Dia Especial da Mulher, resolvi  hoje apresentar algo praticamente novo, no nosso meio, nesse artigo: vou discorrer sobre os  coletores menstruais. Existentes há muito tempo nos EUA e Alemanha, pouco conhecidos na área médica, lá são bastante propagados pelos adeptos da  filosofia mais “naturalista“. Sofreram impulso comercial recente, com o […]

Pólipos Uterinos – o que são?

Pólipos Uterinos – o que são?

      Pólipos são espessamentos em tecidos do nosso corpo; geralmente são  pediculados e surgem mais na maturidade e em várias partes do corpo, uns locais com maior, outros com menor associação  à maligni-dade.  Pois bem, no aparelho reprodutor feminino, mais precisamente no útero, seja no endométrio (porção interna do útero), como no colo uterino (entrada ), os  pólipos são tumores frequentes, podem ou não ocasionar sintomas, mas felizmente são na sua maioria benignos. Os pólipos endometriais ocorrem em cerca de 10 % das mulheres após os 40 anos, podendo causar aumento do fluxo menstrual ou sangramento intermenstrual. Quando já na pós menopausa e/ou  pacientes com sobrepeso, causando ou não  sangramentos, são […]

Vida Simples? Não é fácil!

Vida Simples? Não é fácil!

      Há muitas referências bibliográficas sugerindo uma busca de maior simplicidade e desapego na vida, principalmente da meia idade em diante. Mas isso é fácil? Não, definitivamente NÃO é  fácil e parece estar cada vez mais difícil com as novas tecnologias e modernidades exigidas no dia a dia, o que é, de certa forma paradoxal. Vida mais simples se acompanha geralmente de um viver num padrão de vida mais baixo: a pessoa diminui a carga de trabalho ou se aposenta com o intuito de ter mais tempo livre,  para buscar mais saúde e relações interpessoais, para reciclar conhecimentos, novos cursos ou ter tempo para “hobbies”. Com isso fica com menos rendimentos […]

A Paciente e o seu medo

A Paciente e o seu medo

Pesquisando definições da palavra medo,  acha-se no dicionário Aurélio : é “estado emocional resultante da consciência de perigo ou de ameaças; reais, hipotéticas ou imaginárias.” Assim como uma faca, ou como a internet, o medo pode ser útil ou prejudicial em vários momentos da vida. Uma paciente que chega ao consultório com medo para se submeter a uma biópsia de colo de útero ou para colocar ou retirar um Diu, estará tensa e ficará automaticamente com a musculatura perineal mais contraída, o que vai, em consequência, aumentar o desconforto do procedimento. O mesmo ocorre nos atendimentos obstétricos. E o que se pode fazer em relação a isso? 1) Em primeiro […]

Partograma – o que tem haver com o Parto Normal?

Partograma – o que tem haver com o Parto Normal?

Uma das facetas mais interessantes para o profissional formado há muitos anos é ver o reavivamento de instrumentos de trabalho que fizeram parte do seu período acadêmico e profissional precoce, já considerados “ultrapassados “ pelos colegas mais jovens. Mas o que é o PARTOGRAMA?  É o gráfico da evolução do parto normal. Fazia parte da rotina da nossa Residência Médica em Obstetrícia nos saudosos tempos da Maternidade da Santa Casa de Porto Alegre, então uma das mais conceituadas do sul do Brasil, ligada à então chamada Faculdade Católica de Medicina. Esse gráfico do trabalho de parto, tem duas linhas inclinadas paralelas para registro da dilatação do colo do útero, da […]

A Amazônia e a prevenção do câncer ginecológico

A Amazônia e a prevenção do câncer ginecológico

            Alguém já se perguntou como se pode colher exames citopatológicos de colo uterino, o famoso exame de Papanicolau na Amazônia? E essa pergunta tem resposta, leia abaixo.             A região amazônica é a região do Brasil com menor cobertura do exame citopatológico de colo uterino e também a região brasileira com maior incidência de câncer de colo uterino. É uma região, como se sabe, com áreas extensas  de densa  vegetação ,  populações ribeirinhas pobres e distribuídas de forma rarefeita  pela complexa rede hidrográfica da região. Mas seria  mais triste ainda, se não fossem os agentes de saúde e médicos da região e se o Dr. […]