Verão e desidratação
O verão está chegando! E com ele, muitos problemas. Infelizmente, nesta época do ano, com o aumento da temperatura, muitas pessoas sofrem de enfermidades relacionadas ao calor e ao balanço corporal de fluidos – desidratação.
Grande parte de nosso organismo é composta por água, que se encontra em diversos fluidos corporais. Todos estes fluidos estão em balanço. A perda de fluido de qualquer fonte é refletida nos níveis de todos os outros fluidos corporais.
As altas temperaturas do verão fazem com que o risco de desidratação aumente. Acrescente a isso alguns hábitos como refeições pesadas, o consumo de álcool nas férias, aumento da atividade física, redução das horas de repouso e um mau hábito de baixo consumo de água, pode levar a um estado de desidratação rápida.
Se nós chegarmos a situações extremas de desidratação, pode ocorrer efeitos colaterais mais ou menos agudos, como dores de cabeça, tonturas, náuseas, mal-estar e fadiga.
As pessoas mais vulneráveis aos efeitos da desidratação são crianças e idosos, porque eles têm alterado o mecanismo de alerta: a sede. As crianças ainda não são totalmente desenvolvidas e as pessoas mais velhas estão perdendo a sensação de sede com a idade, mas não a sua necessidade de hidratação.
Prevenir a desidratação é muito mais fácil do que tratá-la. Portanto, é importante que todos bebam água regularmente, na quantidade adequada, para repor a perda de fluidos.  O corpo absorve líquidos melhorquando bebemos pequenas quantidades e com freqüência, do que quando bebemos grandes quantidades de uma só vez.
Não espere ficar com sede para beber água. Ficamos com sede quando já estamos com uma grande perda de fluidos corporais. O melhor indicador do nível de fluidos é a cor e quantidade de urina. Quanto mais urina e quanto mais clara for sua coloração, melhor. Isto indica que o corpo está com o nível de fluidos elevado. Porém, urina escura indica que o corpo está com baixa quantidade de água, e está tentando conservar o pouco que tem. Isto faz com que a urina fique mais concentrada, portanto, mais escura.
* Beba bastante líquido, pelo menos dois litros por dia;
* Verifique se as crianças e os idosos estão tomando a quantidade de líquido necessária para manter a boa hidratação do organismo. Nessas faixas de idade, muitas vezes, eles se esquecem de fazê-lo;
* Use roupas leves e evite a exposição direta ao sol nos dias muito quentes;
* Não pratique exercícios físicos nas horas mais quentes do dia;
* Lave bem as mãos antes das refeições e depois de ter usado o banheiro;
* Certifique-se de que os alimentos que serão ingeridos crus foram corretamente preparados.
APROVEITE O SEU VERÃO!
ASSOCIAÇÃO DE MEDICNA DE NOVO HAMBURGO